A Consciência de se Reunir para se Conectar

We’re turning 100 in 2022! Help us share the wisdom of Kabbalah for our next 100 years! DONATE NOW


Menu Principal

Eventos & Cursos


Menu Principal

Assinatura


Torne-se membro

Descubra mais sabedoria e práticas para elevar a si mesmo, a sua vida e as pessoas ao seu redor. De artigos e vídeos semanais a aulas e eventos com transmissão ao vivo e presencialmente, há um plano de assinatura para todos.

Veja planos de assinatura
Assinatura em Destaque:
Comunidade
  • Benefícios inclusos:
  • Todas as aulas transmitidas
  • Todas as aulas presenciais*
  • 10% desconto em nossas livrarias*
  • E muito mais...
  • Junte-se Hoje
  • *Nas localidades participantes. Haverá restrições aplicadas.
Menu Principal

Orientação


Vá ainda mais fundo na sabedoria da Kabbalah com orientação personalizada e leituras de mapas.
Encontro gratuito com um professor

Nossos instrutores dedicados estão aqui para ajudá-lo a navegar em sua jornada espiritual.

Solicite o Seu
Leitura de Mapa Astral Kabalístico

Aprender sobre nossa alma por meio de um mapa astrológico ajuda a dar mais significado e maior compreensão às experiências que enfrentamos, às pessoas que conhecemos, ao trabalho que fazemos e às bifurcações da estrada.

Agende uma leitura de mapa
Orientação Pessoal - Serviços do Kabbalah Centre

Sessões personalizadas individuais com um instrutor para aprofundar em uma área que lhe interessa ou oferecer suporte onde você mais precisa. As reuniões abrangem desde relacionamentos, tikkun e estudo profundo do Zohar, todas personalizados especialmente para você.

Reserve uma Sessão de Orientação

A Consciência de se Reunir para se Conectar

Michael Berg
Março 31, 2021
Curtir 18 Compartilhar Comentários 5

O lugar onde nos reunimos para nos conectar é o que existe hoje, dizem os kabalistas, como o Mishkan, o Tabernáculo. O espaço não é simplesmente uma sala onde vamos para todas as conexões. Ele deve estar no mesmo nível do Mishkan, e o que o torna ou não no mesmo nível é a consciência daqueles que se reúnem lá. O Ramchal, o grande kabalista, fala tanto do espaço físico quanto da consciência que era mantida no Mishkan, que era mantida no Beit HaMikdash, e que precisa ser mantida no espaço quando nos reunimos. E é completamente dependente de todos os outros na sala.

O kohen, o sacerdote, iria para o Mishkan e fazia certos tipos de trabalho. Mas qual era sua consciência enquanto fazia isso? O Ramchal diz uma coisa incrível. A Luz do Criador pode ser revelada somente a partir de uma unificação coletiva da criação. Portanto, quando o kohen entrava no Mishkan, sua consciência era: "Eu preciso levar comigo tudo, este mundo inteiro - o inanimado, o animado, os animais, a vegetação e até mesmo aquelas pessoas que não desejam se conectar. É com quem eu entro a fim de realizar a revelação da Luz do Criador que precisa ser realizada."


É por isso que no Mishkan eles usavam incenso, animais e todas as peças da criação, porque o trabalho do Mishkan era elevar, não apenas conectar. Era um lugar através do qual o mundo inteiro seria elevado e, portanto, fisicamente, eles usavam todas as diferentes partes da criação. Conscientemente, era isso que o kohen estava fazendo. Seu pensamento não era: “Deixe-me atrair Luz e bênçãos para mim e para todos os israelitas aqui no deserto”. Não. Seu pensamento era: "Deixe-me elevar toda a criação." E aí é o que nossa consciência precisa estar quando entramos na sala, que o trabalho que fazemos lá não é apenas atrair Luz para nós, para nossa família e para todos aqueles ao nosso redor, mas para elevar toda a criação. Precisamos entrar na sala com a consciência do kohen: "Vou elevar, à medida que posso, todos os aspectos da criação comigo."
 
Quando entramos na sala para nos conectar, muitos de nós pensamos que estamos lá para atrair alguma Luz e bênçãos para nós mesmos... e sim, isso é verdade. Mas esse não é o propósito real; não precisamos do Mishkan para isso. Precisamos do Mishkan para elevar tudo, para elevar todas as partes da criação. Esse foi o propósito de construir o Mishkan, essa era a consciência do kohen que entrava para fazê-lo, e essa deve ser a nossa consciência quando entramos.
 
Há outro nível de consciência que o kohen tinha quando entrava no Mishkan, que era para terminar o trabalho de corrigir este mundo. E há duas partes para explicar isso. A primeira parte, como dissemos, é que, conforme entramos na sala, ela precisa ser um espaço que nos permita ter a consciência e a força para elevar todas as partes da criação a partir do dano que foi feito, da escuridão interna. E a segunda parte precisa ser o desejo quando entramos na sala para dar força, não apenas a nós mesmos, mas a todos os aspectos do mundo, todas as pessoas, todos os animais, todos os vegetais e todos os objetos inanimados para sermos capazes de chegar à sua correção, à sua completude. Portanto, esta é uma consciência que nós também devemos ter à medida que nos conectamos: que estamos despertando Luz para injetar em todas as partes da criação para que possam ser elevadas e chegar ao seu Gemar HaTikun, para sua correção completa. E se fizermos isso, se elevarmos toda a criação, elevarmos e injetarmos em todas as partes da criação a Luz a fim de trazer o Gemar HaTikun, então também atrairemos as bênçãos, Luz e apoio do Criador para nós mesmos.
 
Sabemos que a razão de haver dor, sofrimento, doença e morte neste mundo é porque há um certo grau de falta de revelação da Luz do Criador. Se a totalidade da Luz do Criador fosse revelada em nossas vidas, se a totalidade da Luz do Criador fosse revelada neste mundo, não haveria nenhuma falta, não haveria nenhuma dor, não haveria nenhum sofrimento, não haveria doença, não haveria morte. Assim, todos os aspectos de falta e dor são um elemento da falta de revelação da Luz do Criador nessa pessoa, área ou realidade, porque se a Luz do Criador for completamente revelada, então o indivíduo ou a situação será completamente preenchido de Luz. E quando aqueles de nós, que têm essa consciência, se juntam para criar o espaço, esse trabalho pode acontecer.
 
O Ramchal nos diz que este espaço se torna um espaço no qual o Criador escolhe entrar e brilhar uma superabundância de Luz. A consciência das pessoas que vão até lá para atrair essa Luz precisa ser, primeiro, "Eu elevo o mundo inteiro comigo, eu levo aspectos do mundo inteiro comigo para elevá-los." E depois "Vou injetar em todas as partes da criação a Luz do Criador para poder trazer-lhes a força para chegar à sua correção final – pessoas, animais, vegetação e objetos inanimados."

Mas há uma terceira parte muito importante. E você precisa entender por que existe escuridão, dor e falta. É porque há simplesmente uma falta da revelação da Luz do Criador em muitas partes do nosso mundo. Portanto, o que queremos fazer é conscientemente pensar que a superabundância de Luz da qual falamos, que é revelada no espaço físico, vá e brilhe para todos aqueles lugares da vida no mundo onde existem aspectos de falta.
 
Este é o nosso trabalho quando entramos na sala. Se entrarmos na sala com essa consciência, então a singularidade da Luz do Criador será despertada e será revelada a todas as partes do mundo e a todas as partes da criação. Não há nenhuma parte do nosso trabalho espiritual que não traga correção adicional para o mundo... mas o quanto, depende da nossa consciência. E, portanto, novamente, nossa consciência sobre o espaço, nossa consciência sobre nosso trabalho coletivo dentro do espaço, influencia o que o espaço é. E na medida em que focamos nossa consciência nessas idéias e no porquê de estarmos lá, é a medida que o lugar se torna ainda mais poderoso.

Quão grande e quão ampla será a abertura da Luz vai depender: conforme caminhamos para o espaço, onde está nossa consciência? O que estamos pensando? Estamos pensando em elevar toda a criação? Estamos pensando em injetar em toda a criação o poder de chegar à sua correção, à sua completude? Estamos pensando em levar a Luz do Criador a todos os lugares e espaços que faltam neste mundo? Quanto mais de nós entrarmos na sala e despertarmos essa consciência, mais largos os portões se abrirão e mais fortemente essa Luz brilhará. Nós criamos o espaço com esta consciência. E é por isso que é tão importante e eu espero que nós nunca mais entremos no espaço novamente com o pensamento de apenas atrair a Luz para nós mesmos e nos conectar; é um bom pensamento, mas não é o propósito real.
 
A conexão pessoal que fazemos e a Luz pessoal que recebemos, sim, tudo isso é importante, mas não é por isso que estamos juntos. Certamente não é por isso que eles construíram o Mishkan. Não é por isso que o kohen entrou no Mishkan para fazer seu trabalho. Seu trabalho e nosso trabalho precisam ser baseados nesta consciência, e então o espaço, como dissemos, muda, e a Luz revelada no espaço se torna cada vez maior, para todos nós e, mais importante, para o mundo. Se entrarmos na sala com esta consciência, fazemos com que essa Luz permeie toda a criação e começamos a remover as barreiras entre todas as coisas.
 
E o Ramchal diz que se você fizer este trabalho, com esta consciência, e você for a um espaço coletivamente juntos onde todos podem elevar sua consciência a esta clareza, então Luz e bênçãos descerão a este mundo, e aos mundos inferiores, a humanidade, animais, vegetais e objetos inanimados começam a receber cada vez mais bênçãos. E então, pessoalmente, também nos beneficiaremos da Luz e bênçãos adicionais que foram despertadas.
 
Precisamos ter uma nova visão, um redespertar, do que nossa consciência deve ser neste espaço. Porque o que quer que seja essa consciência, afeta todas as outras pessoas na sala e no que o espaço se torna. Podemos criar esse espaço físico no mesmo nível do Mishkan. Mas, acho que se formos todos honestos com nós mesmos, ainda não estamos coletivamente cientes dessa consciência. No entanto, o que o espaço pode se tornar é, esperançosamente, sempre mais e mais poderoso, de modo que, quando entrarmos na sala, haverá tanta Luz circulando e tanta Luz desperta que todos podemos mudar a partir dela, física e espiritualmente.
 
Que nível de Mishkan queremos construir coletivamente, com nossa consciência sobre o espaço? Nosso objetivo é criar um lugar onde uma superabundância de Luz reúna todos os aspectos da criação. Devemos despertar uma superabundância de Luz que envia força a todas as pessoas e coisas para que cheguem ao Fim da Correção. Devemos criar neste espaço a Luz que brilha em todas as áreas de carência deste mundo, para que se tornem cheias de Luz e não haja mais escuridão.
 
A responsabilidade coletiva que temos pelo espaço espiritual e físico um do outro, à medida que nos reunimos para nos conectar, é muito importante. Não há dúvida de que, se todos nós estivéssemos  com essa consciência discutida aqui, o que poderíamos realizar e o espaço que poderíamos criar seria imensurável. Queremos ser despertados para a consciência do que podemos criar, para termos maior consciência e maior foco para criar este espaço poderoso, não apenas para nós, mas para outros, para o mundo, para que se torne um lugar de um fogo ardente de Luz que brilha em toda a criação. É possível… e depende de cada um de nós. Chag Sameach.


Comentários 5